Piloto automático do Tesla confunde-se e causa um morto!

tesla
2 Partilhas

Piloto automático do Tesla confunde-se e causa um morto!

Os veículos da Tesla têm ganho cada vez mais popularidade entre os automobilistas de todo o mundo, desta vez o tão famoso piloto automático da marca falhou e causou um morto!

Os carros da Tesla trazem tecnologia inovadora para o segmento automóvel e são cada vez mais populares algumas funcionalidades de condução autónoma.

O piloto automático dos Tesla tem sido usado pelos proprietários dos veículos que confiam nas capacidades dos sensores para fazerem a condução no lugar do piloto. Contudo, embora já se ouvisse falar nalguns acidentes, nunca tinha morrido ninguém… até agora!

Os sensores de piloto automático no Model S do Tesla não conseguiram distinguir um atrelado branco de um camião a cruzar a estrada e foi fatal para o condutor.

A primeira morte conhecida causada por um carro de auto-condução foi divulgada pela Tesla Motors na quinta-feira à noite, um desenvolvimento que poderá levar os condutores a pensar duas vezes antes de passar as suas vidas para as mãos de um automatismo.

Isto poderá mesmo ter algum impacto na confiança que se vinha a depositar na crescente indústria dos veículos autónomos.

tesla

Piloto automático do Tesla confunde-se:

Foi no passado dia 7 de Maio que se deu o acidente em Williston, na Florida, depois do condutor, Joshua Brown, de 40 anos, ter colocado o Model S em modo de piloto automático, imaginando que este fosse capaz de controlar o carro durante a condução no percurso estipulado.

Debatendo-se contra a luz e o céu primaveril, o sistema de sensores do carro não conseguiu distinguir um grande camião branco com atrelado de 18 rodas que atravessava a estrada, segundo referiu a Tesla. O carro enfaixou-se a toda velocidade “debaixo do reboque, destruindo o pára-brisas do Modelo S”, referiu a Tesla num post no blog.

Um relatório da polícia publicado no início de Maio no jornal Levy County refere que a parte superior do veículo “foi arrancada pela força da colisão”. O motorista do camião, Frank Baressi de 62 anos, de Tampa, Flórida, não teve ferimentos. Este acidente levou já a National Highway Traffic Safety Administration dos EUA (NHTSA) a abrir um inquérito.

Brown era dono de uma empresa de tecnologia chamada Innovations Nexu e era um entusiasta pela Tesla. Ele era um dos que colocava vídeos do seu carro no piloto automático no YouTube. Um vídeo mostrou o seu carro a evitar uma colisão numa estrada e este vídeo tornou-se viral, tendo já mais de 1 800 000 visualizações. Grande parte deste número foi depois de Elon Musk ter tweetado o acontecimento.

O acidente acontece num momento em que os americanos estão a começar a ter esta funcionalidade como um hábito de conforto enquanto vão ao volante, deixam mesmo a máquina conduzir enquanto… dormem, por exemplo!

Fonte: PPL Ware

2 Partilhas